Argentina 1 x 0 Brasil, placar que deu título de campeã da America à Argentina.

Com gol de Di María e placar mínimo, Argentina se consagra campeã da Copa América em cima do sei maior rival, o Brasil. aos 21 minutos do primeiro tempo, através da falha de Renan Lodi, Di María não perdoa e marca golaço de cobertura, garantindo assim a vitória da Argentina. No segundo tempo com a entrada de Gabi Gol e Vinícios Júnior, o Brasil ficou mais agressivo, porém não conseguiu marcar nenhum gol.

LEIA MAIS

Cruzeiro e Vasco fazem duelo de gigantes na Série B

A Série B apresenta na noite desta quinta-feira, pela primeira vez em sua história, um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Cruzeiro e Vasco se enfrentam às 21h30min, no Mineirão, pela 6ª rodada. Estarão frente a frente duas Libertadores, quatro títulos da Série A,  mais seis da Copa do Brasil pelo lado mineiro, contra uma Libertadores, um Sul-Americano invicto, uma Mercosul, quatro títulos da Série A mais uma Copa do Brasil pelo lado dos cariocas.

Conquistas que relembram a grandeza dos clubes. Só que o passado, hoje, não entra em campo. Cruzeiro e Vasco erraram demais nos últimos anos e, em 2021, querem a reestruturação e resultados para voltar à elite do futebol brasileiro.

A Raposa está em uma situação mais dramática. Pelo segundo ano consecutivo na Série B, o time celeste tem quatro pontos e ocupa a 17ª posição. Na terceira rodada, já tinha demitido Felipe Conceição e contratado Mozart para o comando técnico. O Cruzeiro vem de derrota por 2 a 1 para o Operário e não terá o lateral Weverton, suspenso, e Giovanni, por desgaste muscular. Por outro lado, Raúl Cáceres pode retornar após ter ficado de fora por Covid-19.

Desta forma, os donos da casa devem entrar em campo com Fábio, Raúl Cáceres, Ramon e Paulo; Flávio, Rômulo, Matheus Barbosa e Marcinho; Bruno José, Felipe Augusto e Rafael Sóbis. O atacante Felipe Augusto fala da expectativa sobre o confronto.

“Duelo grande, de duas equipes grandes, que têm a responsabilidade de fazer um bom campeonato para voltar para a Série A. Acho que vai ser um jogo bom, disputado, mas, de repente, seja um jogo mais jogado. A gente vem fazendo bons jogos, se a gente continuar com a mesma dedicação a gente tem tudo para sair vitorioso”.

O Vasco vem de vitória por 3 a 0 sobre o CRB, a primeira em São Januário pela Série B de 2021. O Gigante da Colina está na 10ª posição, mas pode entrar no G4 se vencer por pelo menos dois gols de diferença. O técnico Marcelo Cabo não vai contar com Vanderlei e Rômulo, com Covid-19. Michel será poupado e Léo Matos ainda se recupera de um edema na coxa.

O Cruzmaltino deve entrar em campo com Lucão, Zeca, Ernando, Leandro Castán e Riquelme; Bruno Gomes, Andrey e Marquinhos Gabriel; Morato, MT e Cano.

A Rádio Nacional transmite o duelo entre Cruzeiro e Vasco a partir das 21h, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e plantão de Bruno Mendes.

 

Ouça na Rádio Nacional

 

LEIA MAIS

Corinthians decide encerrar vínculo de zagueiro após ofensa racial

O Corinthians anunciou nesta quarta-feira (23) que decidiu encerrar o vínculo do zagueiro Danilo Avelar. O contrato do jogador, que não atua desde outubro do ano passado em decorrência de uma lesão no joelho direito, vai até dezembro do ano que vem.

O motivo é a frase de conotação racista escrita pelo atleta de 32 anos em uma partida on-line do game Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), na madrugada desta quarta-feira. Ele postou o comentário: “Fih [filho] de rapariga preta”.

Pelo Twitter, Danilo Avelar admitiu ser o responsável pela mensagem. O zagueiro disse ter sido ofendido por um jogador estrangeiro e que perdeu a cabeça. O defensor afirmou que se envergonha do que fez, que a postagem não condiz com o que pensa, nem com o que pretende ensinar ao filho e que o caso lhe “abriu os olhos para este grave problema [racismo] em nossa sociedade”. O atleta pediu desculpas à comunidade afrodescendente e ao Corinthians.

Pela mesma rede social, o Timão inicialmente informou que havia tomado conhecimento sobre o caso de Avelar e que apuraria o caso. Depois, comunicou que entrou em contato com o atleta para “discutir e formalizar as medidas cabíveis para o encerramento do vínculo”. O clube afirmou repudiar “toda e qualquer manifestação de conotação racista, coerentemente com sua história de defesa da igualdade e da democracia”.

A Coliseum, plataforma onde a partida de CS:GO foi realizada, também se manifestou pelo Twitter. Em nota, a empresa baniu Avelar e o argentino conhecido pelo apelido “Zetta” – com quem o brasileiro discutiu no game – por “insulto racial” e afirmou que “repudia veementemente esse tipo de pensamento e conduta”.

LEIA MAIS

Basquete: Brasil vira no último quarto e vence Polônia pela 2ª vez

A seleção brasileira masculina de basquete venceu nesta quarta-feira (23) a Polônia, por 85 a 79, pela segunda vez consecutiva, no últimos de dois amistosos antes da estreia no Pré-Olímpico. A equipe fará o o primeiro jogo contra a Tunísia, na próxima terça-feira (29), às 15h, em Split (Croácia). O Prè-Olímpico será a última chance de a seleção masculina conquistar a vaga nos Jogos de Tóquio (Japão). A equipe feminina não se classificou para Tóquio 2020.

Hoje (23) a seleção não começou bem a partida, ao contrário do embate de ontem (22), quando se manteve a frente do placar durante quase todo duelo, selando a vitória por 68 a 65.  No primeiro quarto quem levou a melhor foram os poloneses, por 27 a 17.  Ao final do segundo quarto, a vantagem europeia era de dois pontos: 44 a 42. Na sequência, a Polônia manteve vantagem, fechando o terceiro quarto em 66 a 57. Foi quando veio a virada verde e amarela no último quarto. Com uma atuação de gala do ala Léo Meindl, que marcou 23 pontos e conseguiu nove rebotes, o Brasil finalizou o jogo em 85 a 79. Outro bom nome do time nacional foi o armador Yago, com 13 pontos e três assistências.

O técnico Aleksandar Petrovic conta atualmente com 15 atletas, mas terá de cortar um jogador antes do embarque da seleção para a Croácia na sexta (25). Outros dois jogadores serão cortados já na Croácia, antes mesmo da estreia da seleção no Pré-Olímpico. Ao todo a equipe brasileira contará com 12 jogadores. 

Após estreia contra a Tunísia, a seleção encara a anfitriã Croácia no próximo dia 30. Os dois melhores desse triangular avançarão e terão pela frente os dois primeiros colocados da chave com Alemanha, Rússia e México. O campeão de um grupo pega o vice de outro e vice-versa. Na final, os vencedores desses jogos se enfrentarão. Apenas o campeão, que será conhecido no dia 4 de julho, vai aos Jogos de Tóquio.

LEIA MAIS

Tiro com Arco: cariocas seguem na disputa por equipes na Copa do Mundo

Os atletas brasileiros se despediram nesta quarta-feira (23) das competições individuais da etapa de Paris França) da Copa do Mundo de Tiro com Arco. Quem conseguiu o melhor resultado foi o carioca Marcus D’Almeida, já garantido em Tóquio 2020, que terminou no top 8 da competição.

Também classificada para os Jogos, a conterrânea Ane Marcelle perdeu na primeira rodada eliminatória para a australiana Laura Paeglis, por 6 a 4, e deu adeus à disputa individual. No entanto, os dois voltam a competir juntos nesta quinta-feira (24), na prova de equipes mistas. A parceria brasileira encara a Malásia, por uma vaga nas oitavas de final.

Ana Marcelle - tiro com arco - classificada para Tóquio 2020
Ana Marcelle - tiro com arco - classificada para Tóquio 2020

A carioca Ana Marcelle e o conterrâneio Marcus D’Almeda disputam nesta quinta-feira (24) a prova de equipes mistas da etapa Paris, da Copa do Mundo de Tiro com Arco- Divulgação/COB

Nas provas de hoje (23), o arqueiro D’Almeida passou pelo compatriota Bernardo Oliveira, com vitória por 6 a 4 na segunda rodada eliminatória. Depois, D´Almeida derrotou o francês Thomas Chirault, foi 6 a 5 no tie-break. Nas oitavas, o brasileiro superou Krishna Saha, de Bangladesh, por 6 a 2. A boa campanha do carioca só foi interrompida nas quartas de final, pelo italiano Federico Musoledi, por 6 a 0.

A etapa francesa da Copa do Mundo é a terceira do circuito na temporada, mas a primeira com a participação de brasileiros. Por restrições da pandemia de covid-19, o país ficou de fora dos torneios da Guatemala e da Suíça.

LEIA MAIS

Tiro com Arco: cariocas seguem na disputa por equipes na Copa da Mundo

Os atletas brasileiros se despediram nesta quarta-feira (23) das competições individuais da etapa de Paris França) da Copa do Mundo de Tiro com Arco. Quem conseguiu o melhor resultado foi o carioca Marcus D’Almeida, já garantido em Tóquio 2020, que terminou no top 8 da competição.

Também classificada para os Jogos, a conterrânea Ane Marcelle perdeu na primeira rodada eliminatória para a australiana Laura Paeglis, por 6 a 4, e deu adeus à disputa individual. No entanto, os dois voltam a competir juntos nesta quinta-feira (24), na prova de equipes mistas. A parceria brasileira encara a Malásia, por uma vaga nas oitavas de final.

Ana Marcelle - tiro com arco - classificada para Tóquio 2020
Ana Marcelle - tiro com arco - classificada para Tóquio 2020

A carioca Ana Marcelle e o conterrâneio Marcus D’Almeda disputam nesta quinta-feira (24) a prova de equipes mistas da etapa Paris, da Copa do Mundo de Tiro com Arco- Divulgação/COB

Nas provas de hoje (23), o arqueiro D’Almeida passou pelo compatriota Bernardo Oliveira, com vitória por 6 a 4 na segunda rodada eliminatória. Depois, D´Almeida derrotou o francês Thomas Chirault, foi 6 a 5 no tie-break. Nas oitavas, o brasileiro superou Krishna Saha, de Bangladesh, por 6 a 2. A boa campanha do carioca só foi interrompida nas quartas de final, pelo italiano Federico Musoledi, por 6 a 0.

A etapa francesa da Copa do Mundo é a terceira do circuito na temporada, mas a primeira com a participação de brasileiros. Por restrições da pandemia de covid-19, o país ficou de fora dos torneios da Guatemala e da Suíça.

LEIA MAIS

Brasil, invicto, enfrenta Colômbia pela Copa América 2021

A seleção brasileira de futebol volta a campo na noite desta quarta-feira (23) para enfrentar a Colômbia pela 4ª rodada do grupo B da Copa América 2021. O duelo das 21h desta noite no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, colocará frente a frente o Brasil, líder da chave com seis pontos e 100% de aproveitamento, e a Colômbia, vice-líder com quatro pontos.

Mesmo com time  já classificado às quartas de final, o técnico Tite vai mandar a campo uma equipe em busca da vitória para garantir a liderança da chave. Os últimos trabalhos da seleção na Granja Comary, em Teresópolis, não teve a presença da imprensa e nem a escalação para o jogo foi confirmada. Mas é  provável que a seleção entre em campo com  Weverton, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Douglas Luiz e Everton Ribeiro; Richarlison, Neymar e Gabriel Jesus.

Do lado da Colômbia, o time pode se classificar mesmo perdendo o jogo. Para que isso aconteça basta que o Equador não ganhe do Peru, em partida que começa às 18h desta quarta. Na campanha pela Copa América, a Colômbia tem uma vitória (1×0 sobre o Equador), um empate (0x0 contra a Venezuela), e uma derrota (2×1 para o Peru). A seleção da Colômbia tevera ter Ospina, Medina, Mina, Davinson Sánchez e Tesillo; Cuéllar, Uribe e Barrios; Cuadrado, Luis Díaz e Borja.  

Com o técnico Tite comandando a equipe nacional, as duas seleções já se enfrentaram em quatros oportunidades. Foram duas vitórias brasileiras e dois empates. No último duelo, ocorreu um empate por 2 a 2, em setembro de 2019, em Miami (EUA). No retrospecto geral, são 31 jogos. O Brasil tem 18 vitórias, dez empates e apenas três derrotas.

LEIA MAIS

Série B: Goiás vence o Avaí dentro de casa e sobe na tabela

Na noite desta terça-feira (22), o Goiás goleou o Avaí por 3 a 0 no estádio da Serrinha, em Goiânia, com gols de Apodi, Bruno Mezenga e Caio. A partida foi válida pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com esse resultado, o time da casa pulou à vice-liderança provisória da Série B com 11 pontos. O Avaí ocupa apenas a 18ª posição com quatro pontos.

O primeiro gol da noite saiu aos 34 minutos com o lateral Apodi. Ele aproveitou a bola que sobrou dentro da área, matou no peito e chutou forte para abrir o placar. Logo depois, aos 38 minutos, o atacante Bruno Mezenga recebeu um passe de Breno e mandou para o fundo da rede para fazer o segundo do Esmeraldino. O terceiro gol nasceu aos 16 minutos da etapa final. O volante Caio Vinícius se antecipou ao goleiro Glédson depois da cobrança de escanteio e mandou para o fundo do gol de cabeça para fechar o placar.

Os próximos jogos das duas equipes serão na sexta-feira (25). O Avaí, dentro de casa, pegará o CRB. O Goiás terá pela frente o clássico estadual contra o Vila Nova fora de casa.  

Ponte Preta só empata e segue na lanterna

Ainda nesta noite desta, Ponte Preta e Operário ficaram no 0 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida foi válida pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com esse resultado, o time paulista segue na lanterna da competição com apenas dois pontos em seis jogos. O Fantasma, que chegou no jogo na vice-liderança, perdeu uma posição. Agora o time tem 11 pontos e está na 3ª posição. O próximo jogo da Macaca de Campinas vai ser na sexta-feira (25), em Pelotas, contra o Brasil. O Operário, no mesmo dia, vai receber o Confiança no estádio Germano Kruger.

LEIA MAIS

Confiança dá fim a jejum e deixa Vila Nova próximo ao Z4 da Série B

Depois de quatro jogos sem vencer, o Confiança se reabilitou na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira (22), o Dragão superou o Vila Nova por 1 a 0 no Batistão, em Aracaju, na abertura da sexta rodada da competição.

O clube proletário foi a sete pontos, deixando a zona de rebaixamento e subindo provisoriamente para o 11º lugar, podendo mudar de posição no desenrolar da semana. O Tigrão perdeu pela terceira vez consecutiva e segue com cinco pontos, caindo para 16º. Se Avaí ou Cruzeiro pontuarem, os goianos terminam a rodada no Z4.

O gol da vitória sergipana saiu aos 26 minutos do primeiro tempo. O meia Daniel Penha cruzou pela direita e o volante Serginho, na pequena área, desviou para as redes.

Os compromissos de ambos pela sétima rodada da Série B serão nesta sexta-feira (25), às 21h30 (horário de Brasília). O Confiança visita o Operário no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR). O Vila Nova tem o clássico contra o Goiás no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia.

Em outro duelo da tarde desta terça pela segunda divisão, Brusque e Sampaio Corrêa não saíram do zero no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC). Os times ocupam temporariamente um lugar no G4, mas podem cair posições na sequência da sexta rodada. O Quadricolor é o terceiro, com dez pontos, seguido pela Bolívia Querida, que aparece em quarto, com nove pontos.

Os dois clubes duelam com rivais cariocas na sétima rodada. No sábado (26), o Sampaio recebe o Botafogo no Castelão, em São Luís, às 16h30. No domingo, às 21h, tem Vasco e Brusque em São Januário, no Rio de Janeiro.

LEIA MAIS

Aberto de Atletismo pode garantir mais vagas para o Brasil em Tóquio

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) promove nesta quarta-feira (23) o II Aberto Internacional Rumo a Tóquio, uma das últimas oportunidades para atletas que buscam a vaga olímpica por ranking de pontos da World Athletics, a federação internacional da modalidade. O fechamento do ranking ocorrerá no próximo dia 29, mesma data-limite para a obtenção dos índices. Até o momento, a delegação brasileira tem asseguradas 30 vagas. A competição reunirá 162 atletas do país, além de  representantes da Argentina, Colômbia, Peru e Uruguai. 23 provas a partir das 10 horas, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista (SP).

A competição vale muito para nove brasileiros que ainda sonham em representar o país na Tóquio 2020. É o caso de Rodrigo Nascimento, que busca fazer os índices olímpicos nos 100 metros (10s05) e 200 m (20s24).  Mariana Marcelino e Allan Wolski, também estão na luta para garantir as marcas mínimas no lançamento do martelo (72,5m no feminino e 77,5m no masculino). Já Rafael Henrique Pereira precisa alcançar o tempo de 13s32 nos 110 m com barreiras, enquanto Eliane Martins, do salto em distância, precisa chegar a 6,82m para carimbar o passaporte para Tóquio. Outro destaque é Altobeli Santos da Silva, na prova dos 3 mil metros com obstáculos. O atleta que esteve na Olimpíada Rio 2016 busca completar o percurso em, no mínimo, 8m22s00. Na prova do salto triplo feminino, Gabrielle Sousa Santos deseja saltar no mínimo 14,32m para conquistar diretamente a vaga em Tóquio. E Geisa Arcanjo, nona colocada na Rio 2016 no arremesso do peso, busca cravar a marca de 18,50m ou mais para assegurar presença nos Jogos. o.

A novidade desta competição, válida pela série D da World Athletics, será a participação de Tatiane Raquel da Silva, campeã brasileira e sul-americana dos 3 mil metros com obstáculos, que conquistou no último sábado (19) a medalha de bronze em Madri (Espanha), em evento série prata do World Athletics Continental Tour. A brasileira ficou perto do índice olímpico (9m30s00) ao completar o percurso em 9m43s09.

“Estou treinando e focada 100% no objetivo de participar da Olimpíada e os últimos resultados me deixam confiante de que posso sonhar com a qualificação”, disse a atleta de 31 anos, em depoimento ao site da CBAt.

Já classificado para a Olimpíada de Tóquio, Darlan Romani, recordista sul-americano do arremesso do peso, encara a disputa, em Bragança Paulista (SP), como uma preparação para os Jogos.

“É voltar a colocar a cabeça na competição. Fiquei algum tempo sem competir e agora preciso entra no ritmo para a Olimpíada”, disse Darlan, de 30 anos, quarto colocado no Mundial de Doha (2019), em depoimento ao site da CBAt.  “Estou melhorando a cada competição e isso é o mais importante”, completou.

Programação

10:00 – 400 m com barreiras – masculino 
10:05 – Lançamento do martelo – feminino/masculino
10:10 – 400 m com barreiras – feminino
10:12 – Arremesso do peso – feminino/masculino
10:15 – Salto em altura – feminino
10:20 – 1.500 m masculino
10:25 – Salto em distância – feminino/masculino
10:30 – 100 m – feminino
10:40 – 100 m – masculino
11:00 – 110 m com barreiras – masculino
11:05 – Salto triplo – feminino/masculino
11:15 – 100 m com barreiras – feminino
11:25 – Lançamento do disco – feminino/masculino
11:30 – 3.000 m com obstáculos – masculino
11:35 – Salto em altura – masculino
11:45 – 3.000 m com obstáculos – feminino
12:00 – 200 m – masculino
12:10 – 200 m – feminino
12:25 – 800 m – masculino
12:30 – Lançamento do dardo – feminino
12:35 – 800 m – feminino
12:45 – 400 m – feminino
12:50 – 400 m – masculino

LEIA MAIS