Russia registra primeira vacina do mundo contra o Coronavírus

Russia registra primeira vacina contra coronavírus

Saúde
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O anuncio foi dado por Putin numa videoconferência nessa terça feira, 11 de agosto.

Segundo o presidente russi Vladimir Putin, a "primeira" vacina contra o coronavírus, que provoca uma "imunidade duradoura".

Putin ainda anunciou que uma de suas filhas recebeu uma dose da vacina. "Uma das minhas filhas tomou esta vacina. Acho que ela participou nos experimentos".

De acordo também com a OMS, existem atualmente mais de 160 substâncias candidatas a vacina contra a covid-19 em desenvolvimento em todo o mundo. Para ser aprovada, a vacina precisa suceder em todas as etapas. As fases 1 e 2, feitas em dezenas e centenas de pessoas, respectivamente, têm como objetivo avaliar se o imunizante é seguro, a partir da observação de seus efeitos colaterais. Também buscam saber se ele estimula o sistema imunológico a combater o vírus. Na fase 3, a vacina é testada em larga escala para ver se funciona antes de poder ser liberada para toda a população.

A China e o Reino Unido já se encontram na fase 3. Enquanto isso, iniciativas mais avançada dos Estados Unidos ainda não conseguiu começar essa etapa. Pouco se sabe sobre a empresa Moderna, nos EUA. Ela chegou a anunciar resultados muito animadores na fase 1 de testes, mas ainda não há informação sobre como estão os resultados da fase 2, ainda estão em andamento.

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.